Pela primeira vez na história, um piloto do Nordeste participará de uma sessão oficial da maior categoria do automobilismo mundial, seguindo um cronograma igual ao dos titulares e avaliando novas peças para o modelo T128

A sexta-feira entrará para a história do esporte baiano e brasileiro. Pela primeira vez, um atleta do Nordeste participará de uma sessão oficial da Fórmula 1: terceiro piloto do Team Lotus, Luiz Razia conduzirá o modelo T128 no primeiro treino livre do GP da China, terceira etapa do Mundial 2010.

A presença no treino faz parte de um cronograma estabelecido pela equipe que utiliza o lendário nome Lotus (associado aos maiores pilotos do Brasil: Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna). Razia, que já representou o time na pré-temporada, em fevereiro, trabalhará como se fosse um dos titulares (Jarno Trulli e Heikki Kovalainen), seguindo um programa de metas preparado pelos engenheiros.

Será uma ótima oportunidade. Participarei da primeira sessão de treinos livres, com quatro saídas e dois jogos de pneus novos. Vou seguir o programa estabelecido pela equipe, o mesmo que é aplicado desde a etapa de abertura, na Austrália. Além disso, testarei um ou dois ítens trazidos direto da fábrica“, revela o piloto de 21 anos, que representa o braço da Lotus na GP2, o Team AirAsia.

Esta será a terceira vez que Razia pilotará um carro atual de F-1: no fim de 2010, quando era piloto de testes da Virgin, teve a oportunidade de andar no teste para estreantes. Além disso, obteve quilometragem em testes com um Super Aguri de 2006. “Esse treino servirá para aprender mais, depois do teste que fiz na pré-temporada em Barcelona. Meu objetivo é fazer o meu melhor e passar o máximo de informações para a equipe, a tarefa mais importante, pois é isso que eles esperam de mim.”

Para fazer seu trabalho da melhor maneira possível, Razia conta com um problema a menos: já conhece bem o circuito de Xangai, onde já realizou provas de GP2 e andou exaustivamente em simuladores. “Minha primeira corrida de GP2 foi em Xangai. É uma pista interessante e técnica, mas um pouco complicada, de média para baixa velocidade, com uma primeira curva longa, chata, difícil. É uma pista que requer um bom equilíbrio, com bom downforce na parte dianteira. Esta pista mostrará o real panorama desta primeira parte do ano.”

Será muito legal ver meu nome na mesma tabela de tempos dos melhores pilotos do mundo da atualidade“, completa. A estreia de Luiz Razia em uma sessão oficial da Fórmula 1 poderá ser acompanhada ao vivo pela televisão: o canal por assinatura SporTV exibe a 1h30 de prática na íntegra, a partir das 23h (de Brasília) da quinta-feira.