Elias Azevedo comemora a vitória na 2ª Etapa | Crédito: Thais Nunes

Até o clima colaborou para a abertura da primeira temporada do Audi DTCC – Driver Touring Car Cup. Tempo limpo e céu azul nos treinos livres e classificatório de sexta-feira, e um sábado nublado com apenas dois momentos de chuva: imediatamente após o encerramento da primeira corrida, realizada pela manhã, e outro logo depois da bandeirada quadriculada da segunda corrida, disputada na tarde de hoje (9) no Autódromo Internacional de Curitiba.

Em ambas as provas, que aconteceram com pista seca, a vitória ficou com Elias Azevedo. O paulista completou a segunda corrida em 27min50s086, mas a exemplo da primeira corrida viu não um, mas dois adversários em seu retrovisor: a diferença dele para Idenis de Souza, o terceiro colocado, foi de apenas 1s675. José Mario Castilho repetiu o resultado da manhã e foi o segundo colocado, a 1s250 do vencedor.

“Ter feito a pole position e vencer as duas corridas foi realmente uma bênção. Foi uma corrida difícil no começo e que começou a ficar mais tensa no final. No entanto, me concentrei em administrar o ritmo e a diferença para quem vinha atrás, mas não foi fácil”, admitiu Azevedo.

A Corrida

Os 15 carros chegaram “embolados” na freada da primeira curva logo após a largada, mas não houve nenhum incidente no contorno do ‘S’ de baixa. A razão para todos os carros terem chegado praticamente juntos no final da reta foi explicada pelo primeiro e pelo segundo colocado. “Eu errei quando fui trocar da primeira para a segunda marcha na largada”, justificou Azevedo. “Até pensei que eu iria abrir uma boa distância para o Elias na largada, mas aí errei da segunda para a terceira e todo mundo se juntou no fim da reta”, admitiu Castilho.

Ricardo Mantovani assumiu a ponta, mas Elias o ultrapassou logo depois, enquanto José Mario caiu para a quinta posição, mas fechando a primeira volta já em quarto. No momento, Mantovani era o segundo colocado, Idenis de Souza era o terceiro. Nas disputas, Azevedo aproveitou para abrir uma margem que chegou a 4s767.

Castilho assumiu a terceira posição na quarta volta, e ultrapassou Idenis na quinta passagem. Os dois andaram “colados” a corrida toda, enquanto o líder se distanciava. “O bom foi que percebemos que não adiantaria nada ficarmos brigando pela segunda posição. Mantivemos um ritmo forte, uma corrida limpa, para alcançar o Elias”, explicou Souza. “Acho que se tivéssemos mais umas cinco voltas, certamente teríamos uma linda disputa pela vitória“, concluiu. 

Pódio da 2ª etapa em Curitiba

Castilho, já em segundo, começou a baixar a diferença para Azevedo, trazendo Idenis consigo. “Estávamos tirando a diferença, mas não deu tempo“, consolou-se o piloto do carro número 33. 

Enquanto isso, Elias ficava de olho no retrovisor e prestando atenção nas informações passadas pelo rádio. “Quando faltavam duas voltas, o pessoal me pediu para administrar e só trazer o ‘menino’ para casa”, afirmou.

A segunda rodada dupla do Audi DTCC acontece no circuito do Velopark, em Nova Santa Rita (RS), entre os dias 17 e 19 de junho.

Confira os dez primeiros na segunda corrida:

1º Elias Azevedo – 17 voltas em 27min50s086 

2º José Mario Castilho – a 1s250 

3º Idenis de Souza – a 1s675 

4º Ricardo Mantovani – a 17s225 

5º Décio Rodrigues – a 18s802 

6º Adolpho Rossi – a 32s104 

7º Wagner Amorim – a 32s779 

8º Dennis Rolim – a 34s840 

9º Rogerio Wehmuth – a 49s931 

10º Henry Visconde – a 1min11s888 

Melhor Volta – Idenis de Souza – 1min36s756 – média de 137,480 km/h 

Classificação do Campeonato 

1º Elias Azevedo, 50 

2º José Mario de Castilho, 40 

3º M.Maccari/R.Mantovani, 30 

4º Idenis Roberto de Souza. 28 

5º Décio Rodrigues Junior, 26 

6º Wagner Amorim, 19 

7º Henry Visconde, 15 

8º Adolpho Rossi, 14 

9º Diodon L. Cantareli Jr, 13 

10º Dennis Rolim, 11 

11º Ricardo Landi, 10 

12º Rogério Wehmuth, 9 

13º Daniel Prado, 8 

14º Geciel de Andrade, 6 

15º Daniel Daroz, 5