A X Team Racing assumiu a liderança, mas uma bandeira amarela na penúltima volta fez com que o resultado considerado fosse o da volta anterior


Com uma semana de atraso devido ao mau tempo no Greenville Pickens Speedway, localizado no estado da Carolina do Sul (EUA), a X Team Racing, primeira equipe brasileira a competir em uma das divisões da Nascar, estreou em grande estilo na K&N Pro Series East, divisão de acesso da principal categoria do esporte a motor norte-americano e uma das mais importantes do mundo.

Com três carros no grid, o time comandado pelo engenheiro Laerte Zatta, com passagens pela Nationwide Series e na Truck Series como supervisor da Toyota, e pelo empresário Geraldo Rodrigues cravou a pole position com Coleman Pressley. Além dele, Alex Bowman e Matt DiBenedetto – seus três pilotos – receberam a bandeira quadriculada, ao final das 150 voltas, entre os cinco primeiros, comemorando o excelente resultado, principalmente depois de um começo meio conturbado. Bowman, inclusive, teve o melhor desempenho entre os estreantes da prova.

“Foi uma corrida bem bacana! O Coleman (Pressley) e o (Alex) Bowman deram uma errada na largada e caíram para a parte de trás do pelotão. Os dois fizeram uma grande corrida de recuperação e a equipe trabalhou muito bem e preparou carros muito bons. Estão todos de parabéns! Agora sabemos a nossa real condição e podemos nos planejar ainda melhor para o decorrer do campeonato”, garantiu Laerte.

Os carros da X Team Racing sempre estiveram entre os mais rápidos da corrida e isso ficou ainda mais claro na parte decisiva da etapa de Greenville Pickens Speedway. Coleman Pressley chegou a assumir a liderança, mas uma bandeira amarela na penúltima volta fez com que o resultado considerado fosse o da volta anterior. Independente da vitória, o resultado alcançado foi bastante exaltado.

“Começar com a pole position, e com os três carros em segundo, terceiro e quinto lugar foi um começo muito bom”, comemorou o engenheiro.

Confira os dez primeiros da etapa de Greenville Pickens Speedway, da K&N Pro Series East
1. 00-Brett Moffitt (Michael Waltrip Racing-Toyota) 150 voltas
2. 14-Coleman Pressley (X Team Racing Kingsford-Toyota) 150
3. 16-Alex Bowman -Rookie- (X Team Racing-Toyota) 150

4. 9-Chase Elliott -Rookie- (HendrickCars.com-Chevrolet) 150
5. 15-Matt DiBenedetto (X Team Racing Gear Wrench-Toyota) 150
6. 6-Darrell Wallace, Jr. (U.S. Army-Toyota) 150
7. 4-Sergio Peña (Freightliner-Toyota) 150
8. 37-Brandon McReynolds -Rookie- (Spraker Racing Enterprises-Chevrolet) 150
9. 51-Brandon Haley -Rookie- (Ocean Lakes Family Campground-Ford) 150
10. 03-Cody Hodgson -Rookie- (Ocala Gran Prix-Dodge) 150

Pilotos - Do trio que correu pela X Team Racing na Carolina do Sul, dois têm experiência na Nationwide Series, considerada o último passo antes da Nascar Sprint Cup. Coleman, de 22 anos, disputou 12 provas do campeonato entre 2009 e 2010.

Já Matt, de apenas 19 anos, faz parte do programa de desenvolvimento de jovens pilotos da Joe Gibbs Racing, tradicional equipe da qual a X Team Racing comprou os carros para a disputa da Nascar K&N Pro Series East. O piloto norte-americano fez sete provas da categoria em 2009, para depois participar de seis etapas da Nationwide Series na temporada passada.

Alex é o mais jovem dos três pilotos da X Team Racing. Com apenas 17 anos, após correr na Midget, categoria de minibuggys dos EUA, estreia em uma categoria de acesso à Nascar.

SOBRE A X TEAM RACING
Com investimento da ReUnion USA, representada pelo empresário Geraldo Rodrigues, e do engenheiro Laerte Zatta, a X Team Racing foi fundada para abrir as portas da Nascar para pilotos do Brasil. A equipe disputará a K&N Pro Series East em 2011, e os planos são de chegar à categoria principal em cinco anos.

A Nascar é a principal categoria do automobilismo norte-americano e uma das principais competições esportivas dos Estados Unidos. As corridas têm arquibancadas lotadas, chegando a ser assistidas in loco por 240 mil pessoas. Na TV, são mais de 18 milhões de telespectadores por etapa.

A Nascar K&N Pro Series East terá 12 etapas no ano, sendo que a última será disputada no mesmo fim de semana da Sprint Cup, no circuito de Dover, no dia 30 de setembro.