Dupla da Itaipava Racing Team se entendeu bem com as exigentes condições de pista no treino deste sábado (2)


O treino classificatório para a segunda etapa da temporada da Stock Car, que será disputada neste domingo (3), em São Paulo, terminou com saldo bastante positivo para a Itaipava Racing Team. Luciano Burti, que esteve na disputa pela pole position, no chamado Top Qualifying, larga em oitavo, enquanto David Muffato ficou bem perto do grupo dos dez primeiros colocados: parte em 11º. A pole position ficou com Ricardo Maurício, da Eurofarma RC.

“Eu gostei principalmente do nosso trabalho. Não é que o carro chegou pronto e seguimos evoluindo – nós tivemos que mexer, mudar bastante o acerto, para que eu tivesse um equipamento competitivo na classificação”, destaca Luciano Burti. “Nós conseguimos encontrar o ponto ideal para a situação da pista, que não está tão boa em termos de aderência, estamos escorregando muito, o que também é um reflexo dos novos pneus”, conta o piloto da Itaipava Racing Team.

Na opinião de Luciano Burti, o asfalto recapeado de Curitiba não permitiu que as equipes tivessem a exata dimensão das mudanças provocadas pela troca dos compostos – a Stock Car voltou a utilizar neste ano o mesmo tipo de pneu de 2009. Além da aderência, David Muffato alerta que o desgaste dos pneus pode ser fator decisivo na prova, forçando uma eventual troca durante o pit stop. “Estamos em boa posição para a corrida. Agora, só precisamos encontrar um acerto para preservar os pneus”, revela David Muffato.

Ele ficou a poucos milésimos de garantir um lugar no Top Qualifying. “Faltou ter andado um pouco com pneus mais novos, ter nas mãos compostos menos desgastados, para colher melhores referências. Quando colocamos os pneus novos, eu estava testando um acerto diferente do Luciano (Burti) e o caminho não se mostrou o mais adequado. Então, adotamos algo mais na linha do que ele estava usando e melhorou 100% para o treino classificatório”.