Mudança do sistema de treinos dificulta equipes


A Copa Caixa Stock Car começou a sua programação oficial em São Paulo (SP) na tarde de sexta-feira (01/4), com um treino livre de apenas 25 minutos de duração, realizado no meio da tarde. Com poucas voltas disponíveis, os pilotos não puderam trabalhar muito no acerto de seus carros para a segunda etapa do campeonato, mas já tiveram um indicativo da situação de seus equipamentos.

“Este primeiro treino é muito curto e não dá pra fazer muita coisa. Em nossa análise estamos numa situação boa pelas condições que levamos para a pista”, comentou Átila Abreu (Pioneer/Zinco Jeans/AMG Motorsport), quarto colocado no campeonato. A prova será realizada neste domingo (03/4), início a partir das 11 horas (de Brasília), com transmissão pela Rede Globo de Televisão, no autódromo de Interlagos, zona sul da capital.

A partir desta segunda etapa a Stock Car mudou o seu sistema de treinos, com apenas uma sessão curta para cada grupo de pilotos, deixando dois treinos de 50 minutos para o sábado, seguido da classificação. “Estamos tentando retornar para o sistema anterior, a partir da próxima etapa, pois era mais produtivo. Agora não passa de um shake down, não dá para trabalhar no acerto”, avaliou Mauricio Mato, engenheiro responsável pela AMG Motorsport.

Ficando com o oitavo tempo entre os 31 concorrentes, Átila Abreu acredita que seu carro já chegou em Interlagos com um acerto inicial bom. “Agora vamos analisar os dados para trabalhar no segundo treino livre em condições de corrida, já que o asfalto daqui consome mais pneus do que em Curitiba, onde fizemos a primeira etapa. No terceiro treino vamos acertar para a classificação”, avisa o piloto, que agora conta com o apoio da Monter Energy, a maior empresa de energéticos dos Estados Unidos.

“Nossa expectativa é boa, mas precisamos trabalhar mais. O carro estava saindo de traseira, no entanto, sabemos o que fazer e estamos próximos do ponto ideal”, o chefe da equipe apoiada por Pioneer/Zinco Jeans/OTG/Baterias Líder/Colonial Rodas.

O segundo treino será realizado das 9h00 às 9h50 para o grupo impar, e das 10H00 às 10h50 para o grupo ímpar. A terceira sessão de 50 minutos começa as 11h55 para o primeiro grupo e às 13h00 para o outro grupo. A definição do grid de largada terá início às 15h10.

Os dez mais rápidos na sexta-feira foram:

1) Lico Kaesemodel – RCM Motorsport – Chevrolet, 1min39s159;
2) Giuliano Losacco – Hot Car Competições – Chevrolet, 1min39s397;
3) Cacá Bueno – Red Bull Racing – Peugeot, 1min39s516;
4) Allam Khodair – Vogel Motorsport – Chevrolet, 1min39s660;
5) Daniel Serra – Red Bull Racing – Peugeot, 1min39s686;
6) Nonô Figueiredo – Boetger Racing – Chevrolet, 1min39s867;
7) Felipe Maluhy – Officer ProGP – Chevrolet, 1min39s888;
8) Átila Abreu – A.M.G. Motorsports – Chevrolet, 1min39s892;
9) Marcos Gomes – Medley FullTime – Peugeot,1min39s932;
10) Popó Bueno – A.Matheis Motorsport – Chevrolet, 1min40s123.

Confira a classificação da Copa Caixa Stock Car 2011:

1) Thiago Camilo – RCM Motorsport – Chevrolet, 25 pontos;
2) Max Wilson – Eurofarma RC – Chevrolet, 20;
3) Ricardo Zonta – Crystal Racing Team – Chevrolet, 16;
4) Átila Abreu – A.M.G. Motorsports – Chevrolet, 14;
5) Luciano Burti – Itaipava Racing Team – Peugeot, 12;
6) Popó Bueno – A.Matheis Motorsport – Chevrolet, 10;
7) Julio Campos – Scuderia 111 – Peugeot, 9;
8) David Muffato – Itaipava Racing Team – Peugeot, 8;
9) Duda Pamplona – Officer ProGP – Chevrolet, 7;
10) Giuliano Losacco – Hot Car Competições – Chevrolet, 6;
11) Cacá Bueno – Red Bull Racing – Peugeot, 5;
12) Felipe Maluhy – Officer ProGP – Chevrolet, 4;
13) Eduardo Leite – Hot Car Competições – Chevrolet, 3;
14) Marcos Gomes – Medley FullTime – Peugeot, 2;
15) Daniel Serra – Red Bull Racing – Peugeot, 1 ponto.