Popó Bueno e Alceu Feldmann tiveram próximos de um top-10 hoje no grid e esperam subir de rendimento na prova de amanhã

O primeiro treino classificatório da Stock Car ocorreu sob circunstância bastante adversa: uma leve garoa marcou o início da sessão inicial (Q1), fazendo com que os pilotos saíssem com as condições de pista “um tanto traiçoeira”, como atestou Popó Bueno pouco antes de entrar em seu carro.

E o treino acabou sendo marcado pelo primeiro grande susto da temporada: Alceu Feldman, também piloto da equipe Comprafacil.com, escapou a mais de 190 km/h na saída da curva “S de Alta”, a mais desafiadora do circuito curitibano.

“Estava na minha melhor volta, já tinha melhorado os dois primeiros trechos e precisava vir forte na parte final. O carro escapou de traseira e foi direto para o muro”, explicou o paranaense, que saiu ileso da forte batida – o time já trabalha na recuperação do carro para amanhã, quando Feldmann partirá na 17ª colocação, após registrar o tempo de 1m18s232.

A equipe Comprafacil.com também tinha boas chances de emplacar o top-10 com Popó Bueno. Hoje, em Curitiba, ele registrou o tempo de 1m18s148 e com isso largará na sétima fila, na 14ª colocação. Menos de um décimo de segundo separou o piloto da classificação para o Q2, que reúne os dez mais rápidos para a disputa da pole position.

“Não conseguimos encontrar o melhor rendimento dos pneus no treino classificatório. As condições do clima podem ter contribuído para esta dificuldade, especialmente em relação ao aquecimento. Tanto que fiz minha melhor volta na nona passagem, ou seja, com o pneu fora da condição ideal de classificação”, diz Popó Bueno.

“É uma pena, porque nas duas últimas corridas aqui sempre fui para o Q3 (que reunia o top-6). Mesmo assim, temos condições de melhorar bastante amanhã: estamos prevendo uma prova bem movimentada e já quero pensar em acumular vários pontos para atingir o objetivo de se classificar para o playoff”, completa o piloto da equipe Comprafacil.com.