Novos carros que estarão no grid da Stock Paulista a partir deste ano

As novidades do Campeonato Paulista de Stock foram apresentada hoje em evento realizado na churrascaria Bovinu´s, em São Paulo. A principal delas é a adoção dos chassis tubulares, utilizados em temporadas passadas pela Stock Car principal, e a manutenção dos custos acessíveis para competir (cerca de 10% do torneio nacional). O público paulista poderá conferir de perto este novo pacote técnico neste domingo, às 14h, em Interlagos, com entrada franca.

A proposta do Campeonato Paulista é servir como alternativa de acesso para a Stock Car, acolhendo desde pilotos iniciantes até veteranos que querem seguir competindo com carros potentes – 400 cavalos de potência, 230 km/h de velocidade máxima e expectativa de registrar voltas em Interlagos em 1m45s (a Stock Car principal vira cerca de 1m38s).

“Estas novidades da Stock Paulista vão agradar em cheio o fã de automobilismo e os pilotos. A adoção dos carros com estrutura tubular foi testada na etapa de abertura, disputada no mês passado e, com o sucesso alcançado, resolvemos oficializá-la a partir de agora”, disse Ademar Ebone, que, juntamente com João Ometto Neto e Roberto Rossatti, assumiu a nova gestão da Associação Paulista de Hot Car (APHC), que administra a categoria. A supervisão é da FASP (Federação de Automobilismo de São Paulo), filiada à CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo).

“Esta iniciativa vai engrandecer ainda mais a Stock Paulista, que hoje já é considerada a principal competição regional do país. O melhor de tudo isso é que o custo para quem quiser participar é bem mais baixo do que de categorias deste padrão no automobilismo nacional, menos de um terço da Copa Montana, por exemplo”, afirma Ometto.

Um dos veteranos que participam do campeonato – e com passagem na Stock Car nos anos 1990, Rossati destaca a relevância do Stock Paulista em seus primórdios. “Desde a década de 1980 nossos carros já utilizam o etanol como combustível, sendo assim uma das pioneiras no mundo a adotar esta tecnologia renovável e ecológica”, afirma o piloto e também gestor da APHC.

Um atrativo especial para quem quiser ir ao autódromo assistir às etapas da Stock Paulista é a realização de provas de categorias que vão desde os carros clássicos, passando pelo Paulista de Marcas e encerrando o dia com a Stock Paulista, reunindo ao todo mais de 100 carros nestes três grids.

Os treinos oficiais serão realizados a partir de amanhã. O grid de largada será definido em treino classificatório no sábado. A largada no domingo é às 14h. Na etapa deste domingo, outro atrativo é o Campeonato Paulista de Endurance, que terá carros como Ferrari e Porsche.

Confira abaixo o calendário do Paulista de Stock:

13 de Março
17 de Abril
29 de Maio
12 de Junho
17 de Julho
31 de Julho
21 de Agosto
18 de Setembro
18 de Dezembro