Estreia do novo chassi acontece na abertura da Copa Sabesp, dia 19, na Granja Viana (SP)

Rio de Janeiro, 3 de março de 2011 – A categoria Parakart , cuja temporada começa dia 19 com a abertura da Copa Sabesp, ganhou mais um apoiador importante: a fábrica de kart Thunder Race anunciou um programa de ação social que vai facilitar a renovação e ampliação dos chassis usados na categoria nesta temporada, como informou o diretor da empresa, Jamil Correa.

A Thunder Race, que pertence à fábrica de brinquedos Bandeirante, é a quarta marca – ao lado da Kart Mega, Mini e Moro – que participa da categoria dedicada a pilotos portadores de necessidades especiais de locomoção e que foi idealizada por Neidyr Cury Filho e Domingos “Mingo” Zamora. Para o presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo, Cleyton Pinteiro, a chegada de mais um fabricante ao Parakart é motivo de orgulho para todo o automobilismo brasileiro:

“Há muito tempo o automobilismo é considerado um esporte elitista e fechado. Pouco a pouco vamos modificando essa condição, batalha onde o apoio da Thunder Kart e da fábrica de brinquedos Bandeirante ao Parakart é recebido com aplausos”.

A chegada da marca Thunder ao Parakart também foi elogiada pelo presidente da Comissão Nacional de Kart a CNK, Rubens Gatti:

“A CNK considera importante qualquer iniciativa de apoio do kartismo que parta dos fabricantes envolvidos com a modalidade. Cooperar com uma categoria como o Parakart é, além de importante, altamente elogiável.”

Segundo Mingo Zamora, “esse apoio chega num momento importante: vamos poder ampliar o número de karts na categoria e renovar com mais facilidade os chassis mais antigos.” O novo modelo Thunder Parakart já foi testado por Tiago Lombardi, que destacou o comportamento do micromonoposto “principalmente na aproximação das curvas. O sistema de direção também é outro ponto positivo, pois exige menos esforço do piloto.”

A Thunder Racing fabrica atualmente cerca de 300 karts por ano em suas instalações em Ferraz de Vasconcelos, região metropolitana de São Paulo e onde está instalada a fábrica principal do grupo Bandeirante, fundado em 1952. Segundo Jamil Correa, que assumiu recentemente a administração da divisão de kart, o Parakart é um dos três mercados que a empresa vai investir com prioridade em 2011:

“O Parakart preenche boa parte do nosso programa de responsabilidade social, através do fornecimento de chassis a preços diferenciados. Por outro lado, o foco do nosso departamento comercial para esta temporada serão as categorias Shifter e Indoor, que no ano passado reuniu mais de 270 pilotos no Campeonato Brasileiro.”