Em sua primeira prova em Daytona, brasileiro conquista o melhor resultado de sua carreira na Truck Series, categoria na qual competirá em toda temporada de 2011

A participação brasileira na temporada 2011 da Nascar já alcançou destaque logo na primeira prova do ano, disputada na noite desta sexta-feira (madrugada deste sábado no horário de Brasília), em Daytona. O piloto Miguel Paludo, da equipe Stemco-Duroline, brilhou ao cruzar a linha de chegada na quarta colocação, o melhor resultado de sua carreira nos EUA, iniciada no ano passado. Foi a estreia do gaúcho com a Toyota Tundra da Truck Series em Daytona.

Mostrando bastante talento e reflexo, Paludo escapou de um grande acidente envolvendo os líderes a seis voltas do fim. Com isso, chegou na última volta em terceiro, com chance de brigar pela vitória. Nos metros finais, perdeu a terceira colocação para Clay Rogers, que estava sendo empurrado pelo experiente Kyle Busch, piloto que também corre na Sprint Cup e que chegou em quinto. A vitória foi de Michael Waltrip.

“Foi um resultado fantástico, é incrível terminar minha primeira corrida da Nascar Truck Series em Daytona em quarto. Minha picape estava bem acertada e meu entrosamento com o spotter foi imediato. A Red Horse também está de parabéns, acertamos na estratégia, e consegui poupar combustivel para chegar ao final. Fico feliz de conquistar um top-5 logo na primeira corrida do ano. Esta temporada promete”, diz Paludo, que agora está bem colocado não apenas na briga pelo troféu de rookie of the year, mas também pelo campeonato na classificação geral.

Logo na largada, o brasileiro mostrou que seria um dos destaques da prova em Daytona. Com personalidade, Miguel Paludo, 14º do grid, se impôs no pelotão e saltou para 9º em poucas voltas.

O piloto da Stemco-Duroline fez sua primeira parada nos boxes no giro de número 30, apenas para reabastecer. Paludo completou a metade inicial das 100 voltas em Daytona em oitavo. Escapando dos acidentes e se mantendo no top-10, o grande lance da corrida ocorreu a seis voltas do fim.

Paludo escapou de uma batida múltipla envolvendo o pelotão dos líderes, conseguindo desviar pela esquerda mantendo acelerando forte – os carros chegam 300 km/h em Daytona. Isso provavelmente lhe rendeu a saída ilesa, já que, se tentasse frear, poderia ser atingido pelos carros que também tentavam desviar logo atrás.

A próxima etapa da Nascar Truck Series será na semana que vem, em Phoenix, no dia 25.