Categoria terá calendário mais extenso, novos carros e programação renovada com a estreia do Mercedes-Benz Grand Challenge

Faltam três meses para a abertura da nova temporada do Itaipava GT Brasil. Tempo suficiente para a categoria cuidar dos detalhes que prometem fazer deste o campeonato mais interessante dos quatro anos de história, depois de superar recordes de inscritos, público, exposição na mídia e retorno aos patrocinadores em 2010. A primeira etapa do ano está marcada para o mês de abril, no Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace, em São Paulo (SP), dando início à nova fase do Itaipava GT Brasil.

O campeonato dos carros dos sonhos passou a ter dez etapas, duas a mais do que no ano passado, e ganhou novos circuitos, distribuindo as corridas por seis diferentes pistas brasileiras, mais uma etapa inédita na Argentina (em conjunto com a prova do Mundial FIA GT1). A primeira corrida da categoria fora do País está sendo negociada e poderá dar ao evento status de competição sul-americana, trazendo a chancela da CODASUR.

Além de manter na programação as pistas de São Paulo, Rio de Janeiro (RJ) e Curitiba (PR), o campeonato passará por Londrina (PR), Campo Grande (MS) e Santa Cruz do Sul (RS). Com a movimentação nos autódromo começando um pouco mais cedo: a partir de quinta-feira, com a introdução de um treino livre extra, sem cronometragem oficial, criado para dar mais tempo de pista aos pilotos nesta temporada.

Um dos pontos mais importantes será a transmissão de todas as etapas em televisão aberta, ao vivo para todo o Brasil, pela Rede Bandeirantes. As provas também serão exibidas na internet pelo portal Terra, com reprises nas semanas seguintes ao evento nos canais ESPN Brasil e Speed Channel. “Fiquei muito animado com as novidades para o ano que vem”, comenta Valdeno Brito, atual campeão do Itaipava GT Brasil em parceria com Matheus Stumpf.

“O calendário mais extenso, inclusive com a possibilidade de uma corrida na Argentina, e a nova transmissão pela Rede Bandeirantes permitirão que o campeonato ganhe ainda mais espaço. A cada ano que passa a categoria vai melhorando, ficando mais difícil e mais empolgante. Tenho certeza que 2011 será a melhor temporada que já tivemos”, acrescenta Valdeno Brito. O calendário oficial está sendo finalizado pela CBA e será divulgado em breve.

O formato de disputa continuará o mesmo, com duas categorias alinhando no mesmo grid de largada mas com resultados e pontuação separados, a Itaipava GT3 e Itaipava GT4. Completando a programação do Itaipava GT Brasil, o público presente às corridas terá ainda dois outros eventos de altíssima qualidade, garantindo emoção e entretenimento: o TNT SuperBike, com motos de 1000cc, e a novíssima Mercedes-Benz Grand Challenge.

A categoria criada nesta temporada utilizará os modernos Mercedes-Benz C250 CGI adaptados para competição. O novo campeonato será dirigido a pilotos não profissionais, permitindo equilíbrio entre os competidores e boas disputas, fórmula perfeita para quem deseja iniciar nas competições de alto desempenho ou para aqueles que contam com alguma experiência mas não desejam conviver com os níveis de exigência das categorias profissionais.

O Mercedes-Benz Grand Challenge, que em breve terá mais novidades divulgadas, estará presente em oito das dez etapas do Itaipava GT Brasil. “Acho que o nosso trabalho conjunto, eu, o Walter Derani, o Stephane Ratel e nossos parceiros da Auto+ Entretenimento, Pedro Queirolo e Marcello Sant’Anna, e o investimento feito pelos nossos patrocinadores nos últimos anos, permitiram que atingíssemos o nível que almejávamos”, afirma Antonio Hermann, sócio da SRO Latin America.

A empresa promove o Itaipava GT Brasil em conjunto com a Auto+ Entretenimento. “Hoje o Itaipava GT Brasil é um dos eventos mais importantes do automobilismo na América Latina e estamos muito contentes com isso. Logicamente, temos que dividir esse sucesso com as equipes, pilotos, patrocinadores, staff e autoridades que comandam o automobilismo, como a CBA e as federações regionais”.

“Este será o ano da consolidação da categoria que reúne os melhores carros do mundo e tem um formato de evento que se mostrou absolutamente vencedor”, acrescenta Antonio Hermann. Uma prévia da temporada 2011 poderá ser vista durante o chamado Balanço de Performance, que reunirá modelos da Itaipava GT3 e GT4, em março, em Interlagos. A atividade ajudará no processo de equilíbrio de desempenho promovido continuamente pela categoria em conjunto com a FIA e a CBA.

Trabalho que permitiu vitórias de absolutamente todos os modelos inscritos no campeonato em 2010. Será uma oportunidade, também, de preparar os carros para os novos compostos da Pirelli, que passa a ser a única fornecedora de pneus para todas as categorias que integram a programação do Itaipava GT Brasil. A Pirelli, que será também a fornecedora exclusiva da Fórmula 1 neste ano, aprimorou sua estrutura para dar atendimento técnico e esportivo nos padrões exigidos pela categoria.

Entre os carros que serão equipados com os pneus Pirelli estão as novas máquinas: o Corvette Z06 e os modelos Ferrari 458 e Maserati Gran Turismo, novidades muito aguardadas na formação do grid de largada. Para a temporada 2011, o Itaipava GT Brasil terá o patrocínio do Grupo Petrópolis com as marcas Itaipava, TNT Energy Drink e Blue Spirit. O campeonato terá também apoio de Dedini, Krones, Latapack, Banco BVA e Pirelli.