Não adiantaram os inúmeros protestos dos pilotos. Jacarepaguá está condenado a desaparecer.

Em cerimônia que contará com a presença dos integrantes do Comitê Olímpico Internacional, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, dará início, nesta quarta-feira, às 9h, às obras da Vila dos Atletas dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016. A construção dos 2.448 apartamentos que vão hospedar os atletas será de responsabilidade de uma construtora da cidade.

Uma maquete do empreendimento mostrará aos integrantes do COI os detalhes do local que receberá atletas olímpicos e paraolímpicos durante o maior evento esportivo do planeta. A Vila ficará em um terreno de 75 hectares no Recreio dos Bandeirantes, próximo ao Riocentro – na Zona Oeste da cidade – e terá 34 edifícios de 12 andares. Os apartamentos têm três e quatro quartos, com alto padrão.

Todas as unidades terão varanda, ampla sala de estar e jantar e cozinha, além de dependências completas. A localização da Vila Olímpica garante que 46% dos atletas olímpicos ficarão hospedados a menos de dez minutos das suas instalações de treinamento e competição e 73%, a menos de 25 minutos. A futura Vila Olímpica ficará na Avenida Salvador Allende, s/nº – ao lado do Riocentro (terreno da antiga Cidade do Rock) – Recreio dos Bandeirantes.

Após a cerimônia na Vila dos Atletas, a Prefeitura do Rio lançará o concurso público internacional para seleção do projeto geral do Parque Olímpico. O contrato para a realização do concurso, uma parceria da Prefeitura com o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), será assinado na Arena do Rio, instalação que fará parte do parque, com a presença dos membros do COI.

O Parque Olímpico, que será construído no terreno do autódromo (incluindo a Arena e o Parque Aquático Maria Lenk), concentrará a maioria das competições esportivas dos Jogos Rio 2016. Lá serão disputadas as competições de basquete, natação, lutas, judô, handebol e taekwondo, entre outros.

Na área do Parque Olímpico também ficarão o IBC (centro de transmissão dos Jogos) e o MPC (centro de imprensa). A cerimônia de assinatura do contrato está marcada parea a Arena do Rio, na Avenida Embaixador Abelardo Bueno, 3.401 – Jacarepaguá – Zona Oeste da cidade.

Essa será a ultima imagem do autódromo já mutilado, mas ainda recebendo o automobilismo brasileiro. Depois de hoje, só ficará na lembrança de todos.