Piloto da F-1 abandonou na quinta volta, mas foi beneficiado após empate quádruplo entre a vencedora do domingo, Rubens Barrichello e Felipe Massa.

Ela começou quietinha, vindo de trás, ganhando cada vez mais posições. E após uma bela ultrapassagem sobre Rubens Barrichello, a poucas voltas do fim, assumiu a liderança para não mais largar. Bia Figueiredo, que busca uma vaga na Fórmula Indy em 2011, venceu a segunda bateria do Desafio das Estrelas de kart, disputada neste domingo no Kartódromo Arena Sapiens, em Florianópolis, para muitos aplausos do público.

Barrichello chegou na segunda posição e o resultado provocou um empate quádruplo entre Rubinho, Bia, Lucas di Grassi, que abandonou ainda na quinta volta, após um acidente com Antonio Pizzonia, e Felipe Massa, 11º neste domingo. O piloto da VRT, entretanto, levou a melhor por ter vencido a corrida de sábado, que valia mais pontos, e conseguiu seu primeiro título do Desafio das Estrelas. O brasileiro da Ferrari foi o vice-campeão, seguido por Rubinho e pela primeira colocada do domingo.

Campeão de 2010, Di Grassi tem uma relação especial com a pista. Ele foi o projetista do Kartódromo Arena Sapiens, em Florianópolis, que recebe o Desafio das Estrelas de kart pelo segundo ano seguido. Ele venceu a corrida de sábado com muita facilidade, após superar Felipe Massa e abrir mais de dois segundos para os rivais.

Felipe Giaffone, da Fórmula Truck, foi o terceiro colocado na corrida, seguido de perto por Tony Kanaan, da Fórmula Indy, o quarto. Marcos Gomes, da Stock Car, completou o pódio da corrida de domingo, que no kart é formado pelos cinco primeiros.

Corrida quente desde a largada

Com sol forte e temperatura acima dos 30ºC, a corrida foi animada desde a largada. Rubens Barrichello, oitavo na corrida de sábado, largou na pole position e conseguiu manter a liderança na largada, apesar da pressão de Vitor Meira. Marcos Gomes e Tony Kanaan vinham em terceiro e quarto. Entretanto, o espanhol Jaime Alguersuari, único estrangeiro da prova, foi agressivo e superou ambos para assumir a terceira posição ainda no início.

Meira e Barrichello travaram um excelente duelo pela primeira posição, mas o piloto da Indy acabou perdendo desempenho e caiu para terceiro. O brasileiro da Williams manteve a ponta, seguido de Alguersuari, que partiu para o ataque sobre o rival. Após algumas voltas, o piloto da STR foi para primeiro e asseguraria o título do Desafio com o resultado.

Entretanto, Barrichello voltou à carga algumas voltas mais tarde e recuperou a ponta. Após fazer por várias vezes a volta mais rápida da prova, Bia Figueiredo chegou no pelotão da frente e assumiu a segunda posição da corrida. Ela chegou rapidamente em Rubinho e, em uma bela manobra no fim da reta dos boxes, subiu para a primeira posição. Alguersuari, que vinha em terceiro, perdeu desempenho e caiu para oitavo no fim da corrida. Bia abriu três segundos e rumou tranquila para a bandeirada.

Confira o resultado final da segunda bateria do Desafio das Estrelas:

1 – Bia Figueiredo (Fórmula Indy) – 28 voltas em 26m16s166
2 – Rubens Barrichello (Fórmula 1) – a 1s361
3 – Felipe Giaffone (Fórmula Truck) – a 2s275
4 – Tony Kanaan (Fórmula Indy) – a 2s717
5 – Marcos Gomes (Stock Car) – a 3s419
6 – Allam Khodair (Stock Car) – a 4s789
7 – João Paulo de Oliveira (Fórmula Nippon) – a 5s556
8 – Jaime Alguersuari (ESP/Fórmula 1) – a 6s295
9 – Leonardo Nienkotter (Trofeo Linea) – a 8s170
10 – Ricardo Zonta (Stock Car) – a 8s679
11 – Felipe Massa (Fórmula 1) – a 9s046
12 – Vitor Meira (Fórmula Indy) – a 9s109
13 – Enrique Bernoldi (FIA GT) – a 9s790
14 – Thiago Camilo (Stock Car) – a 10s525
15 – Xandinho Negrão (Stock Car) – a 12s078
16 – Max Wilson (Stock Car) – a 15s628
17 – Ricardo Maurício (Stock Car) – a 16s008
18 – Luciano Burti (Stock Car) – a 16s228
19 – Helio Castroneves (Fórmula Indy) – a 18s891
20 – Bruno Senna (Fórmula 1) – a 22s225
21 – Alberto Valério (GP2) – a 24s538

Não completaram:

Christian Fittipaldi (Stock Car) – abandono
Popó Bueno (Stock Car) – abandono
Cacá Bueno (Stock Car) – abandono
Marcos Pasquim (VIP) – abandono
Lucas di Grassi (Fórmula 1) – abandono
Antonio Pizzonia (Stock Car) – abandono