Piloto da Itaipava Racing Team foi o mais rápido desta sexta-feira (17)

Os participantes do Desafio Internacional das Estrelas entraram na pista pela primeira vez na noite desta sexta-feira, para a primeira sessão de treinos no Kartódromo Internacional de Santa Catarina, em Florianópolis. E as coisas começaram muito bem para Antonio Pizzonia, piloto da Itaipava Racing Team, que registrou o melhor tempo na atividade inicial, com 56s814. Foi uma sessão bem apertada, com 24 dos 27 inscritos virando dentro do mesmo segundo.

“É sempre bom começar com o pé direito, mas a pista ainda vai melhorar bastante e vamos precisar adaptar o kart conforme for aumentando a quantidade de borracha”, disse Antonio Pizzonia. “Mas foi um resultado importante porque agora é só ficar de olho nessas mudanças, é melhor do que começar atrás e precisar correr para tirar a diferença”, contou o piloto, que registrou o tempo nas voltas finais, depois de sofrer com um problema de freio no início.

Lucas Di Grassi foi o sexto. “Foi bom, andei o tempo todo entre os seis primeiros, cheguei a liderar e fechamos a sessão dois décimos distantes do líder. Agora é questão de manter esse ritmo, sabendo que a pista vai melhorar e a classificação vai ser em condição de pista bem diferente, mais quente” , revelou Lucas Di Grassi. O treino classificatório está marcado para às 18h00 deste sábado (18) . A primeira das duas corridas do fim de semana será um pouco mais tarde, às 21h45, com transmissão do Sportv.

Luciano Burti, 15º, elogiou bastante o sistema de iluminação da pista – foi a primeira sessão realizada à noite na história do Desafio Internacional das Estrelas. “Está tudo funcionando muito bem. Aqui o evento é sempre muito legal, bem organizado. Hoje foi um treino para testar calibragem, o kart é muito sensível a este ajuste, e no finalzinho melhorou bastante para mim. Não cheguei a completar a volta, mas deu para ver que achamos algo mais interessante”.

Acostumado às corridas noturnas da Fórmula Indy, Tony Kanaan, 22º nesta sexta-feira, diz que até prefere as atividades à noite. “Aqui é a primeira vez, mas eu prefiro assim, um pouco mais fresco. A pista ainda está muito suja, então o treino de hoje não valeu muito. A pista vai melhorar demais amanhã e o treino deve ser com calor, então não será possível usar quase nada do que vimos hoje”, comentou. A estimativa é de que os tempos melhorem até dois segundos.

OS TEMPOS EM FLORIPA
1 – ANTONIO PIZZONIA – 56s814
2 – THIAGO CAMILO – a 0s139
3 – JOÃO PAULO OLIVEIRA – a 0s144
4 – VITOR MEIRA – a 0s192
5 – FELIPE MASSA – a 0s222
6 – LUCAS DI GRASSI – a 0s235
7 – CHRISTIAN FITTIPALDI – a 0s240
8 – LEONARDO NIENKOTTER – a 0s312
9 – MARCOS GOMES – a 0s344
10 – FELIPE GIAFFONE – a 0s482
11 – RUBENS BARRICHELLO – a 0s483
12 – ENRIQUE BERNOLDI – a 0s537
13 – CACÁ BUENO – a 0s547
14 – MAX WILSON – a 0s553
15 – LUCIANO BURTI – a 0s560
16 – POPÓ BUENO – a 0s650
17 – JAIME ALGUERSUARI – a 0s663
18 – RICARDO ZONTA – a 0s710
19 – XANDINHO NEGRÃO – a 0s714
20 – BIA FIGUEIREDO – a 0s727
21 – ALLAM KHODAIR – a 0s806
22 – TONY KANAAN – a 0s906
23 – BRUNO SENNA – a 0s932
24 – RICARDO MAURICIO – a 1s000
25 – ALBERTO VALÉRIO – a 1s392
26 – HELIO CASTRONEVES – a 1s394
27 – MARCOS PASQUIM – a 2s249