Piloto mato-grossense venceu no último fim de semana a Copa São Paulo Light e o GP RBC, ambos realizados no kartódromo de Aldeia da Serra, na Grande São Paulo

Finalista do prêmio Capacete de Ouro na categoria Revelação, o mato-grossense Gabriel Sereia mostrou no último fim de semana porque é considerado um dos pilotos de maior destaque de sua geração no kart. Ele conquistou no Kartódromo de Aldeia da Serra mais dois títulos na categoria Cadete, e encerrou a temporada com 100% de aproveitamento na divisão que é reconhecida como a mais competitiva do kartismo nacional.

Campeão da Copa São Paulo Granja Viana há cerca de um mês, Gabriel levantou no último sábado o título da Copa São Paulo Light de Kart, e ficou, também, com o título do III GP RBC disputado no domingo. Aos 11 anos de idade, ele se despede das categorias de motores quatro tempos de maneira positiva, e comemora seu melhor ano desde que estreou na modalidade, há cinco temporadas.

“Estou muito feliz com o resultado deste ano, que foi de muito trabalho e dedicação”, disse Gabriel. “Consegui vencer todos os campeonatos que disputei na categoria Cadete, e ainda pude iniciar de maneira muito positiva a fase de transição para as categorias de motores dois tempos, com o vice-campeonato na Super Cadete. Por tudo isso, só tenho a agradecer a minha equipe pelo trabalho”, comentou.

Na disputa do último domingo, válida pelo GP RBC, Gabriel largou na terceira posição e venceu a prova com uma margem de apenas 0s054 para o segundo colocado, Luis Felipe Branquinho. Diferenças como esta são comuns na Cadete, e normalmente vêm acompanhadas de muitas trocas de posição. Não por acaso a categoria é considerada a mais equilibrada do kartismo brasileiro, e recebe pilotos de todo o país nos regionais de São Paulo.

“O fim de semana e a temporada terminaram com vitória, e isso é muito bom. Estou feliz com o meu ano, e espero agora ter uma boa votação no Capacete de Ouro. Este foi o meu melhor ano no kart e gostaria muito te encerrá-lo com esse prêmio”, declarou.

No Capacete de Ouro Gabriel Sereia é o único entre os finalistas a conquistar pontuação máxima na fase de classificação. Seus resultados foram tão expressivos neste ano que ele ainda precisou descartar pontos equivalentes a sete vitórias no primeiro turno da premiação, já que o regulamento prevê o aproveitamento dos dez melhores resultados de cada competidor.

O título que faltou – A temporada de 2010 só não foi perfeita para Gabriel Sereia em razão de sua não participação no Campeonato Brasileiro de Kart. Favorito ao título por sua boa campanha nos estaduais de São Paulo, Sereia não pode competir em razão de uma fratura no joelho, ocorrida em uma brincadeira com amigos do kart após um treino para o torneio nacional, em Volta Redonda. O incidente o afastou por 45 dias das pistas e o fez perder corridas, também, dos campeonatos estaduais. “Felizmente isso não me impediu de conquistar o título na Granja Viana e no Light”, encerrou o mato-grossense.