Piloto gaúcho lidera sétima etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge de ponta a ponta no autódromo de Interlagos

Largando da pole-position, o gaúcho João Campos conquistou de ponta a ponta sua primeira vitória no Mercedes-Benz Grand Challenge, neste sábado (27) no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo. Foi a terceira vitória da equipe Sicredi Racing na competição – as outras duas foram conquistadas em Santa Cruz do Sul e Curitiba por Márcio Campos, filho e companheiro de equipe de João, que vai largar da pole na oitava etapa, neste domingo (28).

Campos manteve sua dianteira na largada. Beneficiado pela disputa entre Leandro Romera, Rodney Felício e Neto de Nigris pelo segundo lugar, conseguiu vantagem de dois segundos e três décimos ao término da primeira volta. “Eles se complicaram um pouquinho no início e eu consegui abrir uma vantagem, e foi essa vantagem que eu vim usando, administrando durante a corrida. Mas não tive nada de vida fácil”, disse o gaúcho, na entrevista coletiva após a festa do pódio.

Campos e Romera, que largou e se manteve em segundo, tinham ritmos parecidos nas primeiras voltas da corrida. “Ele era mais rápido em alguns trechos da pista, e eu em outros. Mas no final ele veio para cima com tudo”, descreveu o vencedor. Na 13ª volta, um problema repentino fez com que o gaúcho perdesse rendimento momentaneamente. “Achei que fosse abandonar a corrida, mas logo as coisas voltaram ao normal. Só que a pressão aumentou”, disse.

Na aproximação para a curva do Laranjinha, o turbo do motor do carro deixou de funcionar. “Fiquei um tempo andando sem o turbo, o Leandro chegou de vez. Por sorte, logo o turbo voltou a funcionar. Foi o mesmo problemas que tirou a vitória do Márcio na abertura do campeonato, em Curitiba”, lembrou o piloto da Sicredi Racing, que atua no Mercedes-Benz Grand Challenge com apoio de Icatu e Mapfre, seguradoras parceiras da Corretora de Seguros do Sicredi.

Com o resultado, João e Márcio abrem vantagem de cinco pontos para o paulista Neto de Nigris, terceiro colocado na corrida – eles chegaram a São Paulo empatados em primeiro lugar, com 57 pontos. Romera, que estreou como parceiro de Sérgio Martinez, terminou a corrida em segundo lugar. O pódio também contou com Marcelo Hahn e Arnaldo Diniz Filho. Campos, além da pole e da vitória, foi o autor da volta mais rápida da corrida. “Hoje deu tudo certo”, definiu.