Após disputa do campeonato nacional de super-carros, piloto inicia preparação para corrida do Campeonato Mundial

O piloto Enrique Bernoldi disputou neste domingo (26) a etapa complementar da quarta rodada dupla do Itaipava GT Brasil, em Santa Cruz do Sul (RS). Correndo com o paulista Paulo Bonifácio a bordo de um Ford GT, Bernoldi teve de superar alguns imprevistos durante a corrida para terminar a prova na sétima posição. Valdeno Brito e Matheus Stumpf, também com um Ford GT, ocuparam o lugar mais alto do pódio.

“Não foi exatamente a corrida que esperávamos. Conseguimos escapar ilesos da confusão entre os primeiros na largada, mas isso nos fez perder algumas posições. Depois, na relargada, o Boni foi tocado e caímos para a 12º posição, e isso prejudicou bastante nosso desempenho para o resto da prova”, explicou Enrique.

“Fizemos a troca de pilotos um pouco mais tarde do que o restante do grid, e por isso andamos em primeiro por poucas voltas. Conseguimos ir nos recuperando no ritmo da corrida e conquistamos algumas posições, mas realmente, com tudo o que aconteceu, não dava para ir além do que fizemos”, completou o paranaense.

Bernoldi, que faz sua segunda participação na categoria, comparou o desempenho da estreia em Curitiba (na 3ª etapa da temporada, nos dias 21 e 22 de maio), quando a dupla conquistou um segundo e um quinto lugares, com o do fim de semana em Santa Cruz do Sul. “Apesar de o resultado final em Curitiba ter sido melhor, senti que aqui estávamos mais competitivos, com um rendimento melhor. Infelizmente sofremos com o problema no carro ontem (quebra do câmbio) e com imprevistos, toques normais de corrida, mas que nos atrapalharam um pouco hoje”, analisou.

O piloto ainda comentou sobre a apertada agenda. Já no próximo fim de semana (02 e 03 de julho), Enrique volta à disputa do Campeonato Mundial de GT1 da FIA (Federação Internacional do Automóvel), com um Nissan GT-R, pela equipe Sumo Power, para a sexta etapa, em Navarra, na Espanha.

“Já viajo hoje à noite para a Europa, pois na terça-feira vou treinar com a minha equipe em Aragón, na Espanha. A Nissan faz mais treinos do que a (sua ex-equipe) Maserati fazia no ano passado e são muito proveitosos. Além disso, está sendo muito legal poder participar de dois campeonatos (GT Brasil e GT1), pois estou andando mais, e isso sempre é bom”, concluiu Bernoldi.